quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Vacinação e Auto Hemo-terapia



Ouvi, na tv,uma farmacêutica e representante da Ordem dos farmacêuticos, dizer que estão em plena campanha de vacinação, que está mesmo no auge, e o objectivo é reforçar esta cultura vacinal. Há uns anos, quando a vacina contra a gripe surgiu, a geração visada era a dos idosos, hoje, sem pejo, tentam fazer com que a vacina seja alargada a toda a população, apelando ao bem-estar das crianças, das grávidas, ou seja, dos grupos mais vulneráveis mas também já aliciando toda a população. 

A vacina é eficaz apenas contra 4 tipos de vírus, e portanto, existem tantos tipos de vírus que mesmo tomando a vacina, podemos ficar com gripe todos os anos. O que claramente acontece com muitas pessoas que eu conheço, que tomam anualmente a vacina.

A industria farmacêutica não pretende curar ninguém, ao contrário da Medicina, que pretende tirar a dor e se possível curar, é de facto a indústria da manutenção da doença, e visa gerar lucro apenas. Por isso, tudo ou quase tudo o que dela advém, me deixa sempre alerta.

Há formas de prevenir a gripe, como a lavagem de mãos com sabão, afastarmo-nos de pessoas gripadas, não partilhar objectos pessoais com outras pessoas, manter uma alimentação saudável. E no caso de não escapar, cuidar de a curar, com descanso, agasalho, bebendo líquidos e dieta adequada. As defesas do nosso corpo fazem o resto, combatendo o vírus. 
 
Não aconselho a vacina da gripe a ninguém, mas aconselho o reforço do sistema imunitário, que desse modo se torna combativo a uma escala muito mais abrangente, não apenas relativamente a gripes como a todas as doenças. E existe um meio, alheio à industria farmacêutica, acessível a todos, trata-se da Auto-Hemoterapia; o nosso próprio sangue, colhido numa veia e injectado no músculo, vai fazer com que a nossa imunidade aumente 4 vezes. Este tratamento foi utilizado e divulgado, pelo Dr.Luíz Moura (que aprendeu com o pai, médico cirurgião e professor universitário na Faculdade de Medicina), ao longo da sua vida, e os casos de sucesso são diversificados e espantosos. 
Não é reconhecido pela OMS, ninguém apresentou estudos a favor, e obviamente, podemos conjecturar o porquê, afinal tornamo-nos praticamente auto suficientes, e isso não convém nada, não gera capital. 
Não esqueçamos que o nosso corpo é uma máquina perfeita e maravilhosa, mas leiam sobre o assunto, sobre quem faz Auto Hemo-terapia e, sobretudo, ouçam os vídeos deste médico que sobretudo, queria tirar a dor e, se possível, curar.